terça-feira, 8 de julho de 2014

Sentiverso







Sentiverso

Meu verso
Rasga o pensamento
E eu nem preciso
retê-lo...

Meu verso
Vem sem pedir licença,
Avança pelo momento,
Invade minhas mãos
E corre solto no papel...

Meu verso,
puro sentimento,
esparge os perfumes
do desvelo.

Meu verso
Toca ,com tua parceria,
as paredes do tempo,
Idade e formação.
Voa livre na linha do céu.

Jane Moreira e Anorkinda




Nenhum comentário:

Postar um comentário